Compartilhe
Gaspar

Prefeitura inaugura memorial em homenagem às vítimas da tragédia de 2008

Publicado em 27/11/2018 às 12:00 - Atualizado em 27/11/2018 às 12:00


Créditos: João Vitor Costa/PMG Baixar Imagem

Comoção e lembrança daqueles que se foram. A Prefeitura de Gaspar através da Superintendência de Defesa Civil inaugurou no fim da tarde de quinta-feira, dia 22, um memorial em homenagem as vítimas da tragédia de 2008.

A pedra memorial guarda o nome de todas as vinte vítimas que tiveram suas vidas ceifadas na tragédia de 2008 e fica localizada próximo a entrada do prédio da Prefeitura de Gaspar. Além disso, os familiares das vítimas receberam uma placa que simboliza uma singela homenagem do poder público para eternizar este momento.  

O Prefeito Kleber Wan-Dall em sua fala exaltou o trabalho da Prefeitura, Corpo de Bombeiros, PM, Exército, todas as entidades, instituições, igrejas, escolas, empresários e voluntários que auxiliaram no resgate às vitimas e apoio aos desabrigados e desalojados. “É preciso reconhecer o trabalhos de todas as pessoas que auxiliaram neste momento delicado”. O Prefeito ainda evidenciou a dor da lembrança dos dias de angústia e a marca na história da cidade.

O Superintendente da Defesa Civil Rafael Araújo de Freitas ressaltou o trabalho permanente do órgão no município. “Passados dez anos da tragédia, contamos com uma Defesa Civil mais forte, evoluída e preparada tecnicamente para garantir uma resposta mais eficiente em caso de desastres naturais. Contamos com uma equipe com mais de 100 voluntários e realizamos projetos como o “Defesa Civil na Escola” e “Agente Mirim” que trabalham com a prevenção e orientação para os adultos do amanhã. Podemos dizer que a lembrança desta catástrofe está viva em nossa memória e vamos continuar trabalhando para que a Defesa Civil seja um órgão resiliente e que promova uma resposta rápida, adequada e organizada aos desastres”.   

Representando os familiares de vítimas Hélio Hugolino Kreuseh lembrou dos momentos de dor durante a tragédia. “É uma homenagem justa. A tragédia de 2008 foi um momento muito delicado para nós na época. Enfrentamos muitas dificuldades, mas esse também é um momento de gratidão por todos que auxiliariam durante a catástrofe" conta.

Durante todo o mês de novembro o poder executivo está realizando atividades em alusão ao evento climático que devastou a região.

Tragédia de 2008

Há exatos dez anos a chuva não dava trégua. Explosões, alagamentos, desmoronamentos e deslizamentos de terra levaram consigo a vida de 21 pessoas. Os números assustam: foram 11 mil pessoas atingidas diretamente, 6 mil residências afetadas e 700 famílias que tiveram suas casas destruídas. A tragédia somou ainda 4 mil pessoas desabrigadas e aproximadamente 300 feridos.

Assessoria de imprensa da prefeitura de Gaspar.


Rua Alberto Stein, 466, Bairro Velha, Blumenau - SC
CEP: 89036-200